Ergonomia no trabalho: indo além do escritório e do chão de fábrica

A ergonomia no trabalho está presente em todos os setores e tipos de organização. No entanto, ela é extremamente importante e precisa de atenção. Saiba mais!

Diferente do que muitas pessoas acreditam, a ergonomia no trabalho não se aplica somente no chão de fábrica, tampouco somente no escritório. Ela se aplica aos projetos, produtos, ferramentas, na iluminação, na ventilação, no ruído, na organização, e até mesmo no intelectual/cognitivo de cada pessoa.

Estes são alguns dentre outros aspectos que fazem parte da ergonomia. Aliás, a ergonomia está presente em tudo que pode causar acidentes de trabalho, desconforto ou até mesmo, doenças ocupacionais.

Por este motivo, este conteúdo vai servir de alerta: você vai ver o que é ergonomia no trabalho, onde ela é aplicada, qual a sua importância, porque ela é vantajosa e muito mais. Continue a leitura e confira!

O que é ergonomia no trabalho?

A ergonomia é caracterizada pelo ajuste mútuo entre o ser humano e seu ambiente de trabalho de forma confortável, produtiva e segura. Os degraus da ergonomia iniciam com soluções primitivas, postos de trabalho, ambientes de trabalho, método, organização do trabalho, projetos e a macroergonomia. 

As análises ergonômicas  dos ambientes de trabalho avaliam os riscos ergonômicos, e sugerem as possíveis melhorias.

A postura inadequada, um ambiente que é demasiadamente quente ou frio, que possui uma iluminação desconfortável, que possui bastante ruído ou que é psicologicamente tóxico, são pontos que pedem atenção. 

Assim como uma jornada de trabalho extensa, que exige repetição de movimentos ou então, que comprometa a qualidade de vida do trabalhador, também precisam ser avaliados!

Onde se aplica a ergonomia no trabalho?

A ergonomia se aplica no planejamento de uma empresa, nos projetos industriais ou arquitetônicos e no desenvolvimento de novos produtos. No ambiente de trabalho se dá em toda a organização, ou seja, ela está presente tanto no chão de fábrica das indústrias, como nos escritórios e até mesmo no trabalho home office (adotado por muitas empresas durante a pandemia).

Além disso, todo e qualquer tipo de organização precisa contar com uma análise ergonômica para identificar os riscos. Afinal de contas, a ergonomia está presente em tudo e em todos os setores, inclusive na movimentação de cargas como por exemplo: indústrias, transportadoras, centros logísticos, etc.

Qual é a importância da ergonomia no trabalho para a empresa e para o funcionário?

O ergonomista, na análise ergonômica do trabalho, irá realizar os levantamentos dos riscos ergonômicos no posto de trabalho e graduar o nível dos riscos. Após isso, será criado um cronograma junto com a empresa, para execução das mudanças necessárias por grau de prioridade estipulando o tempo para execução. 

No entanto, ele não fará todo o trabalho sozinho. Tanto a empresa quanto os funcionários precisam colaborar para que tudo aconteça da melhor maneira possível. Afinal de contas, há benefícios para ambos os lados. Desta forma, tanto a empresa quanto os funcionários ganham, pois o ambiente estará melhor e com riscos reduzidos! 

Para a empresa

A ergonomia é importante para as empresas porque ela pode apontar melhorias significativas que elevam vários dados e números, inclusive. Quando realizada a análise ergonômica, é possível identificar todas as melhorias propostas para a empresa.

A empresa ganha em:

  • Agilidade, porque os ambientes estão mais organizados e aptos para o trabalho;
  • Evita prejuízos financeiros com multas e processos trabalhistas;
  • Reduz número de afastamentos;
  • Melhora a produtividade;
  • Há maior qualidade no serviço prestado pelo colaborador;
  • Previne acidentes de trabalho;
  • Colaboradores trabalham mantendo o ritmo produtivo;
  • Previne doenças ocupacionais;
  • Imagem positiva da empresa perante a sociedade, por investir na qualidade de vida dos seus trabalhadores.

Para o funcionário

A ergonomia no ambiente de trabalho para o funcionário é extremamente importante para a sua qualidade de vida, bem como para sua saúde física e mental. Melhores condições nos postos de trabalho, assim como o clima organizacional, contribuem significativamente para:

  • Maior produtividade diária;
  • Maior atenção no trabalho desenvolvido;
  • Aumento de disposição para realizar suas atividades;
  • Maior segurança para desenvolver o trabalho;
  • Terminar o trabalho sem sentir fadiga ou cansaço;
  • Consciência corporal.

Como saber o que preciso melhorar?

O primeiro passo para que tudo aconteça é a realização de uma Análise de Ergonomia no Trabalho (AET). Os profissionais que podem assinar as AET’s são: fisioterapeutas, médicos e engenheiros de segurança do trabalho. No entanto, é imprescindível que estes profissionais sejam habilitados na área da ergonomia.

Após a realização da AET, é importante que a empresa crie uma equipe responsável para estudar as possibilidades, buscar recursos e planejar a realização destas melhorias por ordem de prioridade. Vale lembrar que todos os pontos levantados na AET são importantes e devem ser realizados! Somente quando todos os ajustes forem feitos é que será possível prever as melhorias e benefícios na prática.

Além disso, é fundamental que os funcionários também façam a sua parte, e para isso, nada melhor do que boas instruções! Portanto, após aplicar todas as melhorias, instrua seus colaboradores, mostre à eles o que a ergonomia pode melhorar na sua jornada de trabalho, bem como na sua vida.

Feito isso, analise ativamente os resultados, tanto os ganhos quanto os problemas que continuam acontecendo. Assim, será possível ajustar as pendências e visualizar as melhorias. 

Lembrando que sempre que a empresa for aumentar o parque fabril, mudar layout dos setores, entre outros, ela também deve pensar na ergonomia, analisando as atividades e buscando soluções já existentes para implementar no projeto.

A ergonomia no projeto evita vários problemas e riscos ergonômicos no processo produtivo, então busque a solução durante o planejamento! 

Soluções em ergonomia na medida certa

Atualmente, existem diversas empresas que contam com soluções personalizadas, como é o caso da Metaro. Aqui, você encontra diversos equipamentos que auxiliam no quesito ergonomia. Eles vão desde acessórios para a logística, como as docas, quanto as mesas elevatórias/pantográficas e extra baixas, utilizadas na linha de produção, entre vários outros equipamentos.

Estamos há 10 anos inseridos no mercado e buscamos transmitir em nossos produtos as melhores soluções para as necessidades reais dos nossos clientes. 

Se você quiser acabar de uma vez por todas com os problemas de ergonomia causados na sua empresa, principalmente na sua linha de produção e no setor logístico, aposte nos produtos da Metaro! É só clicar aqui e falar com a nossa equipe, estamos prontos par entender a sua necessidade!