4 passos para organizar o setor logístico da sua empresa

A logística é determinante para o sucesso de uma empresa. Confira a seguir, dicas fundamentais para alcançar os melhores resultados!

Sabemos que quanto maior a integração entre as etapas da cadeia de suprimentos, melhores serão os resultados, tanto para o seu negócio quanto para os seus clientes. Sendo assim, o setor logístico é de fundamental importância dentro de uma organização empresarial, pois é ele que garante a eficiência na distribuição, transporte e armazenagem dos muitos materiais movimentados pelas empresas. 

Portanto, é imprescindível investir na organização da logística para que o seu negócio consiga se manter competitivo e rentável. Continue a leitura e confira 4 passos para um melhor gerenciamento do seu setor logístico.

1. Compreenda a importância da logística

Entregas demoradas, fretes caros ou uma compra frustrada devido à falta de produtos em estoque são situações que desagradam clientes e prejudicam a imagem da empresa perante o mercado consumidor. No entanto, a adoção de boas práticas para gerir estoque, armazenagem e transporte de produtos e para selecionar fornecedores poderiam evitar situações como estas.

Nos dias de hoje, é fundamental que as empresas invistam no aprimoramento das etapas da cadeia produtiva e da distribuição, pois são fatores que agregam valor junto aos clientes.

É preciso ter em mente a importância de utilizar técnicas estratégicas e inovadoras no processo logístico, pois só assim será possível reduzir o custo operacional e aumentar a produtividade, agilidade e eficiência dos serviços. O resultado final será o que toda empresa busca: uma maior lucratividade.

2. Conheça as bases para uma logística empresarial eficiente

Para uma gestão eficaz do setor logístico é necessário executar bem todas as etapas – como compras, recebimento, separação, armazenagem, entrega de produtos variados ou serviços com o melhor custo-benefício. Veja a seguir os principais pilares para garantir êxito em logística:

2.1 Planejar

Como sabemos, o processo logístico é composto por várias etapas, por isso, se algo dá errado em uma das etapas, todas as outras são prejudicadas. Portanto, planejar e mapear este processo são ações essenciais para dar suporte ao gestor que realiza o controle de toda a cadeia produtiva. 

O planejamento logístico é estruturado em 3 níveis:

  • Estratégico: momento em que é realizado o mapeamento da rede logística;
  • Tático: quando as ideias são colocadas em prática;
  • Operacional: quando ocorre a coordenação das atividades para alcançar a meta estipulada.

Com este acompanhamento, o gestor consegue prever dificuldades, agilizar a tomada de decisões e solucionar os problemas com mais rapidez.

2.2 Controlar o estoque

A gestão eficiente do estoque é essencial dentro da cadeia logística, já que o excesso de materiais pode resultar em perdas, principalmente no caso de itens com prazo de validade curto. Além disso, produtos parados geram custos com armazenamento e podem até mesmo comprometer o capital de giro da sua empresa. Ao mesmo tempo, a falta de insumos compromete a produção e o cumprimento de prazos de entrega.

Sendo assim, para saber o que e quanto deve ser estocado é necessário analisar de forma estratégica as sazonalidades, previsões de demandas, tendências mercadológicas, gestão de compras e fornecedores etc.

2.3 Gerir o transporte

A gestão do transporte é a etapa que irá garantir a segurança e agilidade na movimentação e entrega dos materiais, assegurando ainda o melhor custo-benefício.

Esta etapa inclui uma administração eficiente da frota e o acompanhamento de informações relativas à manutenção dos veículos, otimização de rotas, monitoramento do trabalho do motorista e do serviço de carga e descarga de materiais e a emissão de alguns documentos fiscais. 

Em função do alto custo, nem todas as empresas possuem frota própria, por isso, é comum que os serviços logísticos sejam terceirizados. Nestes casos, deve-se realizar uma boa pesquisa para contratar uma transportadora que atenda de modo satisfatório as necessidades do negócio. 

Lembre-se que, se houver algum problema na movimentação dos produtos até o cliente, toda a responsabilidade irá recair sobre a empresa e não sobre a transportadora que realizou a entrega.

3. Invista em soluções tecnológicas

Para uma gestão eficiente do setor de logística é necessário utilizar ferramentas tecnológicas que otimizem as atividades. Atualmente, existem inúmeros recursos que oferecem soluções integradas para gerir todas as fases da cadeia logística, o que resulta em ganho de tempo, precisão nas tarefas e redução de custos.

O uso de ferramentas tecnológicas agiliza todos os processos de uma empresa e, ao utilizar a tecnologia em etapas operacionais, os gestores têm mais tempo para cuidar de questões estratégicas. 

Entre as soluções tecnológicas voltadas para a logística estão sistemas para controle dos processos, rastreamento e monitoramento de entregas, roteirização, gestão de transportes, gestão de frotas e gestão de armazéns, entre outras.

4. Saiba como planejar a logística

Mesmo que sua empresa ofereça produtos ou serviços de qualidade, se ocorrer atrasos na entrega ou se a encomenda chegar danificada, você corre o risco de perder o cliente. Problemas como esses acontecem por falta de planejamento logístico.

É preciso atentar para o fato de que a perda de um cliente não significa somente uma venda não realizada. Um consumidor descontente irá dividir sua frustração com outras pessoas e isso prejudica a imagem da empresa, comprometendo a credibilidade do seu negócio no mercado.

Portanto, para que sua empresa não seja prejudicada pela logística, esta etapa precisa ser bem planejada. Veja a seguir como garantir êxito nas entregas, com uma programação eficiente:

4.1 Escolha dos fornecedores

A escolha acertada de fornecedores é decisiva, afinal, é necessário que os insumos para a fabricação dos produtos tenham qualidade e sejam entregues no prazo combinado, pois isso impacta decisivamente o produto final. Também é importante pesquisar valores, para não perder a competitividade. Pode não ser um trabalho fácil, mas o ideal é obter o melhor custo-benefício para o seu negócio.

4.2 Administração do estoque

Como já abordamos neste conteúdo, a falta ou excesso de materiais em estoque são prejudiciais para qualquer empresa. Por isso, demandas e métricas devem ser avaliadas constantemente para um controle efetivo da estocagem, reconhecendo o momento certo para um novo pedido e evitando que a empresa fique com capital parado.

4.3 Embalagens com qualidade

Além de um transporte eficaz, é preciso que os materiais estejam embalados corretamente, para evitar danos. Fique atento ao volume e à composição dos produtos que serão transportados, para saber se será necessário adquirir materiais como plástico bolha ou espuma para protegê-los. 

4.4 Entregas dentro do prazo

Cumprir o prazo estipulado para uma entrega é um dos principais objetivos da logística, pois, como já vimos, isso impacta diretamente na imagem e credibilidade da empresa perante os clientes e o mercado em geral. 

Para se desenvolver e manter uma boa posição no mercado, uma empresa precisa contar com um departamento de logística bem organizado, garantindo que seus clientes serão atendidos com eficiência.

Quer saber mais sobre organização para o setor de logística? Então acompanhe os conteúdos publicados no nosso blog!